TRANSPORTE – Ferry boat agora só zarpa com todos fora dos carros


Ferry boat. Agora embarcação não zarpa enquanto pessoas não saírem dos veículos – Jean Knetschik/JN

Ferry boat. Agora embarcação não zarpa enquanto pessoas não saírem dos veículos – Jean Knetschik/JN

Norma de segurança da Marinha exige que motoristas atravessem o ferry boat e a balsa fora dos veículos, tanto motoristas quanto passageiros. Uma gravação do ferry sempre alertou sobre a exigência, no entanto, a partir desta semana, se alguém não sair do veículo, o ferry não parte para o outro lado do rio Itajaí-Açú.

A Normam 02 (Norma de Autoridade Marítima), vigora desde 2005. Na parte que trata sobre as travessias, especifica o seguinte: “Para maior segurança, os passageiros deverão permanecer fora dos veículos durante a travessia, em local apropriado, sentados ou em pé”. A decisão de não zarpar cabe ao comandante da embarcação e também está prevista na Normam: “A operação de travessia deverá ser interrompida pelo Comandante da embarcação, sempre que julgar haver risco à navegação, seja pelas condições ambientais adversas, seja pelas condições da embarcação ou pela recusa dos passageiros em atender às normas de segurança”.

A autorização para operar no local é da empresa Navegação Santa Catarina. Conforme o gerente de logística, Wilimar Keller, a fiscalização dessas regras cabe à Capitania dos Portos e, se a norma for descumprida, o comandante da embarcação pode inclusive perder a carteira de aquaviário, documento que o permite navegar com o ferry. “Hoje ele está aqui, daqui a pouco vai trabalhar em outro lugar e precisa ter a carteira”, observa Keller.

Atualmente, cerca de 15 mil pessoas utilizam o ferry boat diariamente, entre carros, pedestres, ciclistas e motociclistas. A norma prevê que as pessoas saiam dos carros para que, em caso de acidente em que o ferry naufrague, o socorro a essas pessoas por parte dos marinheiros será mais fácil.

Há exceções, como uma pessoa doente, idosa ou com dificuldade de locomoção. Nestes casos em que a pessoa não pode sair do veículo, a orientação é para o marinheiro colocar um colete no espelho do veículo. Desse modo, saberá que precisa atender aquela situação numa emergência.

Além de avisos com placas na entrada do ferry, a empresa também toca o recado nos alto-falantes da embarcação, antes de zarpar. Durante a temporada, a Navegação Santa Catarina prepara também panfletos para distribuir aos turistas. “Apesar que o turista já sai naturalmente para ver a paisagem do rio, o porto e os barcos pesqueiros”, comenta Keller.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *