ECONOMIA – Cesta básica varia 7,3% entre mercados


O Instituto de Valorização à Vida e Estudos Socioeconômico, Sindicais, Político e Ambiental de Santa Catarina – Ives, realizou pesquisa de preços da Cesta Básica nos principais supermercados da cidade. A coleta de dados para a pesquisa foi realizada nos dias 26 e 27 de novembro. A metodologia utilizada segue os parâmetros utilizados pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Sócio Econômicos) que realiza pesquisas semelhantes nas capitais brasileiras.

A Tabela Geral apresenta a relação dos produtos, a quantidade de cada produto necessário para um grupo familiar de quatro pessoas e os respectivos valores que se pagaria na hora de comprar em cada supermercado pesquisado. Na última coluna da tabela encontra-se a variação do menor e do maior preço em percentuais.

Fica evidente que o consumidor, para otimizar sua renda, precisa fazer pesquisa de preço, principalmente se realiza a compra para o mês inteiro. Como exemplo de variação de preços pode-se citar a batata lavada que chega a 115% a variação do menor e do maior valor cobrado. Caso o consumidor opte em não pesquisar produto a produto é preciso ressaltar que a cesta básica como um todo também tem variação significativa. A quantidade de alimentos para um grupo familiar de quatro pessoas tem uma variação de até 7,3% entre os supermercados pesquisados.

 

graficos-1 graficos-2 graficos-3Os gráficos

Nos gráficos podemos verificar que a variação de preços também se dá entre os grupos pesquisados. A alimentação é mais barata em um determinado supermercado. Já os produtos de higiene pessoal ou mesmo com os produtos de limpeza são encontrados com um preço menor em outro supermercado.

Os alimentos são o principal produto que “encarece” a cesta básica. Por esta razão é sempre importante pesquisar os preços destes produtos antes de fazer as compras. Além da pesquisa de preços é importante observar as promoções. Todos os supermercados pesquisados sempre tem produtos em oferta, cujo preço sempre fica abaixo dos valores normalmente praticados.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *