MAR – Kite surf reúne amantes do esporte na praia central


Kitesurf. Prática do esporte aumentou durante a temporada – Jean Knetschik/JN

Kitesurf. Prática do esporte aumentou durante a temporada – Jean Knetschik/JN

Quem passa pela avenida beira-mar a passeio pode se surpreender ao ver uma espécie de pipa gigante no ar. É o kite, a vela usada por surfistas para praticar o kitesurf. O kitsurf usa essa espécide de pípa ou vela em conjunto à prancha de surf. O vento que atinge a vela impulsiona o surfista pelo mar e pelas ondas. O praticante consegue assim se deslocar, escolher o trajeto, pegar ondas ou até realizar saltos.

Marcelo Henrique Garcia é corretor de imóveis. Ele mora em São Paulo e possui residência em Navegantes. Garcia aproveitou as férias e se reuniu com outros amantes do esporte em Balneário Camboriú. O grupo levou duas horas e percorreu 35 quilômetros pelo mar para chegar a Navegantes, sem descanso. “A vela fica amarrada ao corpo, então você cansa mais as pernas para se apoiar”, comenta.

O kitesurf foi inventado em 1985 por dois irmãos franceses: Bruno e Dominique Legaignoux, mas apenas atingiu alguma popularidade em meados da década de 1990. O nome resulta da junção de duas palavras inglesas: “Kite“, que significa pipa  e “Surf“, do verbo inglês “to surf“, que significa “navegar”.

O número de adeptos dessa prática esportiva tem crescido ao longo dos anos. Nos últimos dias, os fortes ventos, aliados ao sol forte e clima propício de praia, aumentaram a incidência de desportistas do kite nas praias navegantinas. No grupo de Garcia, pelo menos seis pessoas praticavam.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *