DIA DA MULHER – Mulher também pode ser bombeiro


Bombeira Mazuco. Mulheres ganham espaço dentro da corporação e operam de igual com homens – Jean Knetschik/JN

Bombeira Mazuco. Mulheres ganham espaço dentro da corporação e operam de igual com homens – Jean Knetschik/JN

Gabriela Mazuco Moraes, 28, é um verdadeiro exemplo que o Corpo de Bombeiros Militar também pode ser preenchido por mulheres. Ela atua como soldado há 4 anos. Atualmente, não exerce uma função no setor administrativo, mas vai para a rua combater incêndios e atender acidentes.

Depois de se formar no curso superior, queria ser policial ou bombeira, uma vez que já tinha sido escoteira quando mais nova e o chefe era bombeiro. Ela passou no curso de bombeiro e hoje não se imagina fazendo outra coisa na vida. Antes de começar o curso, se mostrou apreensiva pela falta de mulheres na corporação. Ela tinha medo do machismo, mas quando entrou, percebeu que era tratada igual aos homens.

“Você tem que estar disposta a vivenciar várias situações, mas eu nunca sofri preconceito”, comenta.

O curso de bombeiro é bastante braçal e corporal. Em Santa Catarina, o Governo oferece menos vagas para mulheres. Nem por isso, elas são menos eficientes nos afazeres. Mazuco mesmo trabalhou no incêndio na Casa da Sogra, ao final do ano passado. O que mais a choca atualmente é ocorrências envolvendo idosos em fase termina, ou acidentes com crianças. “É preciso ter muito controle, mas essas são as que mais me balançam”, afirma.

O problema das mulheres atuarem no setor operacional é a falta de estrutura adequada nos quartéis. Navegantes possui um quartel novo, com estrutura própria para possibilitar essa escolha por parte das bombeiras. Isso porque além de um banheiro separado, elas também precisam de um alojamento separado, visto que o plantão é de 24 horas no quartel.

Na família, houve receio do pai por conta dos riscos da profissão. Quando viu a dedicação da filha, isso melhorou. “Hoje ele sente muito orgulho”, completa Mazuco.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *