HOMICÍDIO – Dois presos acusados de serem mandantes


Dois homens foram presos na manhã de quarta-feira (15) pela Polícia Civil, no São Paulo. Eles são acusados de serem os mandantes do assassinado do vigilante Emerson Rafael Pinheiro Pereira, 30, no dia 4 de março. A dupla responde pela alcunha de Catoio e Coroa e integra a facção criminosa Primeiro Grupo Catarinense (PCG).

A justiça decretou a prisão temporária da dupla. A Polícia Civil agora busca mais provas sobre o caso. Segundo a polícia, Catoio seria o “disciplina” do o bairro São Paulo, função de quem autoriza as assassinatos, enquanto Coroa cumpria as ordens. A prisão da dupla foi pedida à justiça pelo delegado Rodrigo Coronha.

O corpo de Emerson foi encontrado num terreno do bairro. Ele levou três tiros nas costas e sofreu 28 golpes de facão e foice no peito, cabeça e pescoço, sendo quase decapitado. Ele teria um caso com uma mulher e o marido traído teria criado o boato de que Emerson teria estuprado sua esposa. O casal está desaparecido.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *