ATLETISMO – Navegantes está na corrida de obstáculos militarizada


Ronaldo Corrêa. Atleta e empresário participa de corrida de obstáculos militarizada há 2 anos – Divulgação/JN

Ronaldo Corrêa. Atleta e empresário participa de corrida de obstáculos militarizada há 2 anos – Divulgação/JN

Passar por uma vala com lama, escalar um obstáculo, passar por argolas também sobre uma piscina de lama, são atividades comuns para Ronaldo Tomaz Corrêa. O empresário e ex-militar pratica há dois anos a modalidade esportiva de corrida de obstáculos militarizada.

Há poucos dias, foi segundo colocado em Brasília, na competição Bravus. Atualmente, está em segundo lugar no ranking nacional, empatado com o primeiro colocado nos 43 pontos. “Ele está na frente porque participou de todas as corridas e eu não fui na primeira”, conta.

Neste sábado (20), ele segue para a próxima etapa, em São Paulo, na Academia de Polícia Barro Branco. Ele participa ainda do torneio da Black Truck Race, em Santa Catarina. Os treinos ocorrem em Itajaí e também simula obstáculos na praia e no sítio.

Quando surgiu, a modalidade reuniu o pentatlo militar e o cross country. Atualmente, uma prova possui de 10 a 50 obstáculos, dependendo do tamanho da corrida. Os treinos de Corrêa são diários para encarar no mesmo nível os demais competidores, formados em sua maioria por militares de carreira, integrantes do Bope e PM e bombeiros.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *