FORÇA POPULAR – Manifestação resulta em força-tarefa


Manifestação. Cerca de mil pessoas pediram paz, justiça e segurança durante caminhada – Eliana Guilland/JN

Manifestação. Cerca de mil pessoas pediram paz, justiça e segurança durante caminhada – Eliana Guilland/JN

A manifestação de domingo (18) no bairro Gravatá, pedindo paz, justiça e segurança, resultou numa força tarefa de segurança para Navegantes. Mais policiais militares e viaturas foram vistos circulando pelas ruas da cidade ao longo desta semana.

A passeata ocorreu após a morte do farmacêutico Matheus Caike da Silva Santos, 23 anos. Ele foi morto quando foi em socorro de uma mulher vítima de assalto, na sexta-feira (16), à noite. Um dos bandidos atirou contra o peito de Matheus. Segundo a PM, a mesma bala teria atingido a perna de outro homem que passava pelo local. “Testemunhas informaram terem ouvido apenas um disparo e encontramos apenas um projétil”, explica Cabo Cristina, da PM. Os bandidos assaltavam uma cliente que acabara de deixar a farmácia, ela gritou por socorro. Matheus foi até a calçada para ver o que acontecia, quando foi alvejado por um dos assaltantes. A data da morte de Matheus, também era marcada pelo aniversário de 23 anos do rapaz.

A Caminhada pela Paz, Justiça e Segurança, foi organizada pela Associação de Moradores e Conselho de Segurança do bairro. Camila Luchtenberg, vice-presidente da associação e amiga da família da vítima, conta que o evento reuniu entre 800 e 1 mil pessoas. A caminhada percorreu entre o Pillekão Lanches e a farmácia onde ocorreu a morte de Matheus.

“Queremos chamar a atenção do governador porque precisamos de mais efetivo e melhores viaturas para a PM, além de melhorias na delegacia e efetivo também na Polícia Civil”, conta. Moradores, representantes da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Acin (Associação Empresarial), Abrhon (Associação de Bares, Restaurantes e Hotéis) entre outras entidades participaram do ato.

 

Força-tarefa chegou à cidade

Na segunda-feira, ocorreu uma reunião entre autoridades policiais, Secretaria Municipal de Segurança e vereadores na cidade. O objetivo era definir ações a curto e médio prazo a serem tomadas na cidade.

Já na terça-feira (20), uma força-tarefa da Polícia Militar começou a atuar na cidade. Dezoito policiais foram deslocados de outros municípios da região para reforçar o policiamento em Navegantes. Caso o efetivo não seja suficiente, policiais de Florianópolis também serão deslocados durante o funcionamento dessa força-tarefa, a qual não tem prazo para acabar.

Conforme o secretário municipal de Segurança, Johnny Coelho, a pasta municipal já reforçou a segurança com a guarda municipal atuando na rua à noite. Há poucos dias, também implementou a “Operação Presença”, em frente às escolas nos horários de entrada e saída de alunos para inibir a ação de criminosos.

Um novo delegado foi anunciado recentemente para Navegantes e deve começar a atuar nos próximos dias. Até o final do ano, a expectativa é da chegada de mais cinco policiais civis para a cidade.

Números da Polícia Militar apontam uma redução no número de furtos e roubos na cidade entre janeiro e maio deste ano em comparação ao mesmo período do ano passado. Foram 654 furtos em 2016 contra 466 em 2017 (uma queda de 28%), e 338 roubos em 2016 contra 245 este ano (queda de 27%). Já a Polícia Civil aponta 738 assaltos e furtos registrados este ano, contra 863 em todo o ano de 2016.

 


 

Investigação

As investigações sobre os responsáveis pela morte de Matheus seguem sob o comando do delegado Rodrigo Coronha. Imagens de câmeras de segurança próximas da farmácia onde ocorreu o crime foram recolhidas e analisadas. Os policiais também têm ouvido testemunhas. Uma das câmeras flagrou os dois assaltantes. Até o momento, ninguém foi preso.

Matheus. Farmacêutico foi morto com tiro no peito

Matheus. Farmacêutico foi morto com tiro no peito.

Assaltantes. Câmeras flagraram imagem dos assaltantes

Assaltantes. Câmeras flagraram imagem dos assaltantes

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *