JUBILEU – Voluntariado do hospital comemora os 10 anos


Voluntária. Eronides Cicatto atua na entidade há 8 anos – Jean Knetschik/JN

Voluntária. Eronides Cicatto atua na entidade há 8 anos – Jean Knetschik/JN

A Associação de Voluntariado da Saúde do Hospital de Navegantes completou 10 anos de atividades na cidade. O jubileu de estanho contou com atividades de comemoração dos integrantes da associação junto ao hospital. A entidade também deve receber homenagens da Câmara de Vereadores nos próximos dias.

Hoje o grupo é formado por 27 voluntários ao todo. O trabalho começou em 2004, com a chegada de voluntárias de Blumenau. Elas já exerciam o voluntariado no hospital blumenauense e, ao ver a situação precária do hospital navegantino, começaram a efetuar o mesmo trabalho aqui. “Elas começaram até a varrer o hospital naquela época e de lá para cá conseguiram doar várias coisas, inclusive raio-x”, conta a presidente Rosangela Schneider.

A entidade voluntária só foi formalizada em 2007. As doações são adquiridas por meio de recursos conseguidos com o bazar das voluntárias, o qual funciona anexo ao ginásio de esportes no Centro da cidade. Com os recursos conseguidos pela venda das roupas usadas, elas adquirem roupa de cama, travesseiros, cobertores, ar-condicionado e até bebedouros.

Mas a parte principal do voluntariado neste caso é o acolhimento feito junto ao hospital. “Também fiscalizamos para ver se o atendimento e a limpeza estão ok”, comenta Vilmar Cristóvão, 50. Ele completa: “Temos um olhar humanizado”.

No alto dos 76 anos, a voluntária Eronides Cicatto já atua na entidade desde 2009. “A gente abraça a causa e faz o que pode, mas não faz para estar na mídia”, destaca. Ela considera o hospital como sua segunda casa, por isso faz questão de cuidar com amor e carinho. Ela começou o trabalho depois que o genro sofreu um acidente e foi atendido no hospital. “Ele foi bem atendido, mesmo com o hospital sendo precário”, lembra.

As voluntárias agora possuem também o projeto Mamãe Coruja, onde doam kits para mães carentes com roupas e produtos para as crianças. Houve um caso em que a mãe recusou o kit para que este fosse entregue a alguém de maior necessidade. “Existe uma consciência das pessoas e nos anima também”, comenta Vilmar.

O bazar das voluntárias funciona de segunda a sexta-feira das 14 às 17h30. Outra equipe atende no hospital. Quem quiser doar roupas para o bazar das voluntárias pode levar no próprio bazar, anexo ao ginásio de esportes do Centro.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *