HOMICÍDIO

Mulher grávida é morta com um tiro na cabeça

Por Jornal de Navegantes 08/12/2017 - 10:50 hs
Foto: Divulgação/JN
HOMICÍDIO
Roger Vieira. Vítima de homicídio possuía diversas passagens pela polícia e foi morto a tiros

Na noite de quarta-feira (6), por volta das 22 horas, policiais militares foram acionados para atender uma emergência na Rua Antônio de Souza, Centro. No local, os policiais encontraram o corpo de Sandra Costa, deitada na cama, já sem vida, vítima de um tiro na cabeça. O irmão da vítima foi quem a encontrou assim ao chegar em casa e acionou a PM.

Equipe dos bombeiros foi acionada, mas apenas para constatar o óbito. Polícia Civil, IML e IGP também foram acionados. Sandra estava grávida de três meses, segundo informações do Corpo de Bombeiros Militar.

No local, os pliciais receberam a informação de que Roger dos Santos Vieira, vítima de homicídio na terça-feira (5), traficava na casa de Sandra e que a vítima teria conversado com integrantes da facção criminosa PGC, os quais anteciparam a morte de Roger por “inadimplência do dízimo”.

A morte de Roger ocorreu por volta das 22h30 de terça-feira (5). O corpo foi encontrado na Rua Corretor Ernesto Assini, Centro. Com 26 anos, Roger possuía 11 boletins de ocorrência por tráfico de drogas, tentativa de homicídio, roubo a transeunte, lesão corporal contra homem, violência doméstica e ameaça contra criança/adolescente.

No local foi encontrada uma porção de maconha na área térrea e uma munição na escadaria do imóvel. Segundo a esposa da vítima, os dois assistiam televisão quando um homem chamou a vítima para fora da residência e, no momento em que ele saiu, ela ouviu disparos de arma de fogo. O autor dos disparos subiu na garupa de uma motocicleta, pilotada por um segundo masculino que já o aguardava, evadindo ambos sentido praia.

 

Navegantes já contabiliza 29 mortes violentas na cidade este ano. A maioria, segundo a polícia, está relacionada ao tráfico de drogas. No ano passado, foram registrados 28 homicídios.