Rafael tem pena aumentada em sete anos de reclusão

Por Jornal de Navegantes 15/12/2017 - 11:28 hs
Foto: Divulgação/JN
Rafael tem pena aumentada em sete anos de reclusão
Condenado. Rafael foi condenado a 30 anos pela morte de Francielle grávida de seis meses

De 23 para 30 anos de prisão. Esse foi o aumento na pena de Rafael Ambrósio da Silva. A decisão foi tomada num segundo julgamento realizado no fórum de Itajaí, segunda-feira (11). Rafael foi condenado pela morte da ex-namorada Francielle Sena de Oliveira. Ela estava grávida de seis meses quando foi encontrada morta no dia 30 de novembro de 2015.

Rafael já havia sido condenado em março. Na ocasião, foi absolvido pelo crime aborto e condenado pelo assassinato. O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), no entanto, entendeu que o réu não poderia ser absolvido por um crime e condenado por outro. Dessa forma, organizou um novo júri popular.

 

Em 2015, Francielle foi encontrada morta com marcas de violência no pescoço e nas mãos, com o corpo abandonado na orla da Meia Praia. O Instituto Geral de Perícias (IGP) concluiu que a causa da morte foi estrangulamento.