ADULTERAÇÃO – Polícia Federal investiga empresa de pescados


Polícia Federal. Operação Fugu investiga empresa de Navegantes – Jean Knetschik/JN

Polícia Federal. Operação Fugu investiga empresa de Navegantes – Jean Knetschik/JN

Na terça-feira, a Polícia Federal cumpriu um mandado de busca e apreensão em uma empresa de pescados de Navegantes. A busca faz parte da operação Fugu, que atinge várias cidades e empresas.

A operação visa desmantelar um grupo com atuação na Superintendência do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA em Santa Catarina e contra o qual se apuraram diversas evidências relacionadas à proteção ilícita de empresas do ramo alimentício, bem como de perseguição a servidores com atuação na área de fiscalização mediante instauração de procedimentos disciplinares e remoções infundadas. Conforme o delegado da PF, Maurício Todeschini, chegou até três membros da cúpula do MAPA no estado, os quais protegiam as empresas em detrimento dos servidores do próprio órgão que tentavam fiscalizá-las. A PF conseguiu comprovar documentalmente o envolvimento de duas empresas de Itajaí. Em Navegantes, houve o cumprimento de mandado de busca e apreensão na manhã de terça-feira (16).

Servidores que tentavam fiscalizar as empresas tinham procedimentos disciplinares instaurados contra eles e chegaram a ser humilhados em reuniões em frente a empresários. As empresas envolvidas na fraude são suspeitas de colocar produtos químicos e água nos pescados para aumentar o peso, prática chamada de ‘oversoaking’. Os pescados são importados da China, das espécies panga, merluza e polaca do Alasca. A investigação já dura 9 meses.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *