INVASÃO – Comunidade recebe intimação e busca solução antes de sair


Moradores receberam notificação sob faixas de protesto – Jean Knetschik/JN

Moradores receberam notificação sob faixas de protesto – Jean Knetschik/JN

A comunidade de áreas invadidas no bairro São Paulo, Monte Sião e Nova Canaã, recebeu a visita de uma equipe na manhã de terça-feira. Formada por oficiais de justiça, equipe da assistência social e policias, intimações para a saída dos moradores do local em até 20 dias foram entregues.

Segundo o presidente da associação de moradores local, Erivelson Jorge Carmo dos Santos, não foi feito qualquer tipo de cadastro das famílias. “Eles apenas chegavam nas casas, perguntavam quem era o dono ou quem morava ali, escreviam o nome da pessoa num papel e entregavam a intimação”, conta. Poucas pessoas assinaram terem recebido o documento.

Junto da ordem judicial, era entregue um papel com orientações aos moradores do que a Prefeitura irá disponibilizar às famílias. Entre os itens constam passagens para retorno às cidades de origem; caminhão para mudança dentro do município ou até um raio máximo de 20 quilômetros da área sob litígio. A Prefeitura também se compromete a disponibilizar cadastro para encaminhamento de benefícios socioassistenciais como Bolsa Família e Benefício de Prestação Continuada (BPC) para quem não é beneficiado nesses programas. Interessados nos benefícios devem procurar o Cras do bairro São Paulo, nos fundos da escola Maria Ivone, ou pelo telefone 3185-2011.

Na quarta e quinta-feira (dias 21 e 22), Erivelson esteve em Brasília em busca de uma solução para a comunidade. “Na Prefeitura e na câmara, eu falei sobre programas de moradia e eles disseram que não era fácil. Aqui em Brasília já nos informaram que há programas e recursos junto ao Ministério das Cidades, basta mandar os projetos”, conta.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *